CRENTE X TRABALHO

O Senhor Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e cultivá-lo.

Gênesis 2:15

Deus não criou o homem para viver na inércia, ao criá-lo lhe deu a tarefa de cuidar do Éden. Trabalhar é de Deus, porém a fadiga e as mazelas provocadas pelo trabalho são conseqüências do pecado.

Com o suor do seu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, visto que dela foi tirado; porque você é pó e ao pó voltará”.

Gênesis 3:19

Na igreja de Tessalônica Paulo exorta aos crentes a não viver na ociosidade, alguns não queriam trabalhar com a justificativa que Jesus poderia voltar a qualquer momento. Além do mais usavam o tempo que tinham para se intrometer na vida dos demais irmãos, parece que isso ainda acontece em nossos dias (risos). O apostolo é bem duro em suas palavras e diz que quem não trabalha, não deveria comer.

Quando ainda estávamos com vocês, nós lhes ordenamos isto: se alguém não quiser trabalhar, também não coma.
Pois ouvimos que alguns de vocês estão ociosos; não trabalham, mas andam se intrometendo na vida alheia.

2 Tessalonicenses 3:10,11

Durante algum tempo tenho observado o comportamento imaturo de alguns crentes em relação ao trabalho e seu ambiente. Tenho certeza que aquilo que esse texto fará você se lembrar de alguém e certamente você vai compartilhar (risos). O assunto que escrevo é de uma grande amplitude, porém vai ser direcionando aos meus irmãos na fé, mas com algum proveito para os trabalhadores em geral.

Com a experiência que adquiri nesses cinco anos que tenho como supervisor, entendi que ninguém tem o poder de demitir o individuo de uma empresa, a não ser ele mesmo, obvio que existem alguns casos em que o trabalhador pode ser demitido sem haver algum erro da sua parte, mais no geral a própria pessoa é a responsável por sua demissão.

Acho interessante a postura de alguns crentes quando estão desempregados. O varão quando está na “prova”, vai pra consagração, hora nona, culto da vitória, campanhas no monte, procura os “vasos” pra orar por ele, é monte, é vigília, leva a carteira de trabalho pra ser ungida, todo esforço para que Deus abra a porta de emprego e finalmente ela se abre. Na hora da contratação tudo o que lhe é dito sobre a vaga é visto como benção, ele faz tudo, faz juras que esta totalmente disponível para empresa, se coloca numa disposição incondicional até o momento que registra o seu ponto de trabalho. A partir do primeiro dia de trabalho, a salário não serve mais, o vale alimentação é uma porcaria, rejeita fazer as tarefas de trabalho, se há necessidade de passar do horário nunca pode passar dez minutos, chega atrasado todos os dias, desrespeita as autoridades, influencia os colegas de trabalho a não realizar suas tarefas, toda semana precisa faltar com justificativas que não fazem sentido, sua vida cristão é questionada por seus companheiros que não o enxergam como crente, tudo que vai realizar é com murmuração, está sempre desatento em sua atividade, se o seu superior é crente quer obter vantagem por compartilhar a mesma fé, é intolerante a religião dos colegas, é indisciplinado, só faz o que quer, não obedece as regras da empresa. Mediante a esses motivos ou algum outro que não escrevi é demitido, a empresa lhe paga todos os seus direitos, mais mesmo assim ainda bota a empresa na justiça por motivos absurdos e inexistentes, quando chega na igreja e as desculpas quase sempre são as mesmas, o encarregado filho do diabo o demitiu, o diabo se levantou no trabalho porque ele estava pregando o evangelho, fizeram fofoca dele inventando mentira para os superiores, enfim, surge as mais diversas justificativas a única que nunca vai surgir é que ele errou e por isso ele perdeu o emprego, que Deus o abençoou e ele jogou a benção fora. No entanto, volta o ciclo de orações para que outra porta seja aberta e os erros tendem a ser repetidos no novo emprego.

Uma rápida história, eu trabalhei em uma empresa de transporte na qual havia um pastor que tinha um esquema de roubo de cobre, ele pagava os seguranças da empresa na qual o material era retirado para que eles fizessem vista grossa e ele saísse tranquilamente com o roubo, seus ganhos com o cobre chegavam até três mil reais por dia, resumindo a história, ele comprou um caminhão, um carro zero km, uma Kombi, uma moto, reformou a casa, pediu demissão e colocou a empresa na justiça, somente após a sua saída que foi descoberto o seu esquema.

Quanto à relação crente e ambiente de trabalho, Paulo dá as mais diversas orientações, deixo aqui algumas pra você meditar:

Vós, servos, obedecei a vosso senhor segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a Cristo,
não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus;
servindo de boa vontade como ao Senhor e não como aos homens,

Efésios 6:5-7

Vós, servos, obedecei em tudo a vosso senhor segundo a carne, não servindo só na aparência, como para agradar aos homens, mas em simplicidade de coração, temendo a Deus.
E, tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor e não aos homens,


Colossenses 3:22,23

Todos os servos que estão debaixo do jugo estimem a seus senhores por dignos de toda a honra, para que o nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados.
E os que têm senhores crentes não os desprezem, por serem irmãos; antes, os sirvam melhor, porque eles, que participam do benefício, são crentes e amados. Isto ensina e exorta.

1 Timóteo 6:1,2

Exorta os servos a que se sujeitem a seu senhor e em tudo agradem, não contradizendo,
não defraudando; antes, mostrando toda a boa lealdade, para que, em tudo, sejam ornamento da doutrina de Deus, nosso Salvador.


Tito 2:9,10

Vamos fazer assim, se você gostou dessa mensagem, compartilhe e ajude meu ministério a ser divulgado, senão gostou compartilha do mesmo jeito, alguém pode gostar (risos). Deus te abençoe!

ALAN BATISTA

(21) 96476-1991

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close